Ligia e Saulo :: Ao Pôr do Sol

170509-ensaio-ligia-saulo-0001

Para falar como chegamos ao casal de hoje, eu preciso voltar no tempo. Mas precisamente, para o dia 23 de dezembro de 2012, quando fui à Xinguara (interior do Estado) para fotografar o casamento civil da Inez com o Pedro. A Inez é irmã da Ligia, essa moça linda do ensaio a seguir. O casamento civil foi o primeiro encontro que tive com a família (de uns tantos outros que aconteceriam). Esse encontro tem um gostinho especial porque foi fundamental à minha aproximação do casal Ligia e Saulo, que sequer pensavam em casar, na época. Em 2013, teve o casamento religioso da Inez com o Pedro e, mais uma vez, pude estar perto de todos. Nesse meio tempo, acontecia de encontrar com a Ligia e o Saulo e a gente sempre dava um jeitinho de bater um papo, para saber como estavam as coisas. “Quando formos casar, procuraremos por vocês”, eles diziam. Daí, o Gustavo, irmão do Saulo, casou e, também, veio ao nosso encontro. A essa altura, já éramos bem mais que “chegados”, sabe? 😀

Para a nossa grata surpresa, no início de 2016, eles resolveram que casariam esse ano e foram falar conosco. Do final do ano pra cá, acabou que ficamos sabendo sobre a gravidez da Inez e eu tive que correr pra fazer um ensaio com as irmãs (que vou ficar devendo a vocês, por enquanto), depois tive que correr mais um pouco para fotografar a Inez gestante e, junto a tudo isso, a gente tinha a missão de pensar numa maneira de fotografar o ensaio da Ligia com o Saulo antes do casamento. Como fazer? Acabou que a Isabel nasceu no finalzinho de abril, às vésperas do casamento da Ligia e, como ótima irmã, ela correu para ficar pertinho da recém-chegada sobrinha. “Bruno, vamos fazer umas fotos da Isabel em SP?”, ela perguntou… Como é que diz “não”, depois de tantos encontros maravilhosos?:)

Por fim, acabamos resolvendo que faríamos o ensaio às vésperas do casamento mesmo, lá por SP, junto com as fotos da Isabel. Antes da minha chegada, os dias estavam bem chuvosos. Para a minha sorte, o sol veio junto comigo e, então, pudemos presenciar finais de tarde maravilhosos por ali, e é com muito prazer que venho trazer um desses dias mágicos a vocês. Logo mais, teremos o casamento, e um pouco mais sobre a história desses dois muito queridos.

B. Miranda.

170509-ensaio-ligia-saulo-0002170509-ensaio-ligia-saulo-0003170509-ensaio-ligia-saulo-0004170509-ensaio-ligia-saulo-0005170509-ensaio-ligia-saulo-0006170509-ensaio-ligia-saulo-0007170509-ensaio-ligia-saulo-0008170509-ensaio-ligia-saulo-0009170509-ensaio-ligia-saulo-0010170509-ensaio-ligia-saulo-0011170509-ensaio-ligia-saulo-0012170509-ensaio-ligia-saulo-0013170509-ensaio-ligia-saulo-0014170509-ensaio-ligia-saulo-0015170509-ensaio-ligia-saulo-0016170509-ensaio-ligia-saulo-0017170509-ensaio-ligia-saulo-0018170509-ensaio-ligia-saulo-0019170509-ensaio-ligia-saulo-0020170509-ensaio-ligia-saulo-0021170509-ensaio-ligia-saulo-0022170509-ensaio-ligia-saulo-0023170509-ensaio-ligia-saulo-0024

Ficha técnica: fotos de Clarté by Bruno Miranda, locações: Jardim Botânico de São Paulo e Praça do Por do Sol.

Ana Claudia e Fabricio :: Sobre Namorar

170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0001

Dia 12 foi dia dos namorados e a gente não tinha como deixar passar em branco essa data tão gostosa, não é mesmo?:)Pois bem, hoje temos um prazer de trazer duas pessoas que namoram há um tempinho (12 anos), e que estão às vésperas do casamento…

Namoro é uma coisa muito louca, não é? A gente pode se esbarrar pela rua, fazer aquela troca de olhares, mas, saber o momento exato em que surge a ideia de namorar parece magnífico, especialmente quando notamos que aquela pessoa será a pessoa que passaremos o resto dos nossos dias do lado, e é exatamente nesse momento aí que surge a ideia de casar.:)

O Fabricio é de casa, divide espaço conosco. A Ana Claudia é amiga de antigos casamentos, que sempre veio nos acompanhando, anotando as referências para o casamento dela. Venham conhecê-los mais de pertinho porque logo mais, teremos mais. 😉

B. Miranda.

170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0002170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0003170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0004170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0005170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0006170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0007170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0008170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0009170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0010170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0011170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0012170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0013170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0014170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0015170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0016170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0017170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0018170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0019170414-ensaio-ana-claudia-fabricio-0020

Ficha técnica: fotos de Clarté by Bruno Miranda, locação: Ilha de Mosqueiro.

À Livia e para as mães do mundo

150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0007

Pra falar sobre o post de hoje, preciso comentar que não estive no casamento da Livia com o Gabriel. Nossa relação, na verdade, foi se construindo após o casamento deles, quando tive a oportunidade de diagramar o álbum do casamento. Posso dizer que só aí fui me aproximando e entendendo um pouquinho dos dois, dentro do que era possível acompanhar. Eles casaram em 2011 e, em 2013, tive a grata surpresa de saber que estavam aguardando à chegada do primeiro filho – o Rafael -, quando fui carinhosamente convidado para fazer o ensaio de gestante. Empolgado, eu fui rumo à uma praia que nem sabia que existia em Mosqueiro, ouvindo mais deles, das expectativas para o primeiro filho, de como andava a vida…

Passado aquela tarde divertida, ficamos quase dois anos sem nos falar direito, até surgir um outro convite para um novo ensaio de gestante. Não fazia ideia do impacto que teria ao entrar novamente no carro deles e, além dos dois e da barriga, também teria um jovenzinho lindo me olhando e, melhor, falando comigo! O ensaio da chegada da Laura foi pelos arredores de Mosqueiro, também. A parte mágica dali era que eu já não via mais dois jovens na expectativa de ver o primeiro filho chegar. Eram dois pais dedicados aguardando a chegada de uma princesa para fazer companhia a um pequeno príncipe. Eles estavam animados com a ideia, e não tinha como ser diferente, não é mesmo?

De 2015 para cá, tive a felicidade de acompanhar tantos outros casais legais, sabe? E ver uma, até então, “noiva” se transformar numa “mãe” é, realmente, mágico. No início dessa semana mesmo, estava conversando com uma mamãe de primeira viagem, que acreditava não poder engravidar e, de repente, foi pega pela notícia de que estava esperando por uma menina. “Tudo muda”, ela disse. Eu não conseguia sequer enumerar quantas mudanças pude imaginar só de vê-la falando aquelas palavras. No fim das contas, o que me cabe dizer às Livias, Adrianes, Marises, Terezinhas, Silvias, e todas as outras mulheres que se propuseram ao desafio de ser mãe, se não “obrigado”? Obrigado por nos ensinarem o significado da palavra “amor” sem dizer uma palavra sequer…

Feliz Dia das Mães!

150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0001150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0002150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0003150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0004150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0005150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0006150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0008150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0009150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0010150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0012150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0013150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0014150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0015150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0016150805-ensaio-gestante-livia-gabriel-0017